Dicas para sobreviver na hora de fazer as malas

Ao longo dos anos temos aprendido a simplificar na hora de viajar. Com crianças facilmente se perde a noção, e quanto mais pequenos pior. Fraldas, roupa extra porque se sujam mais, biberons, leites, papas… a lista não acaba. Mas com eles a crescer, estas preocupações começam a passar.

Há dois anos, quando o mais pequenino tinha 5 meses fomos os 6 a Londres uma semana. 4 trolleys pequenos (daqueles que se pode levar na cabine), 4 mochilas e um carrinho de passeio. Nunca viajamos tão leves. Confesso que viajar de avião obriga a muita contenção, por isso, mesmo quando fazemos viagens de carro, penso para mim: “se fosses de avião levavas?”.

Na hora de fazer as malas, comece por aqui:

1. Consulte a meteorologia do destino. Ajuda na hora de começar a separar a roupa certa e evita levar roupa que depois não vai usar.

2. Listas: faça uma lista das coisas a tratar para não se esquecer de nada. Carregador: check! Paracetamol: check! Passaporte: check!

3. Não espere até à ultima para tratar de tudo. Eu sou um pouco exagerada. Semanas antes começo a pensar no que vai ser necessário levar. Isto tem tudo uma lógica. Por exemplo, se vou querer levar aquelas calças ou blusa especial, pode ser necessario lavar e passar antes da viagem, ou por exemplo, fazer uma última compra: um top para combinar com aquela saia nova. Se esperar pela véspera da viagem, pode não ter tempo de tratar.

4. Quantos dias? Que tipo de férias (praia, neve; frio ou calor)? Vamos passear? Vamos jantar fora? Tudo isto são considerações a ter quando começamos a separar a roupa e evita levar roupa a mais. Sugestão: escolha peças versáteis que possa usar mais do que uma vez. Umas calças de ganga para a viagem e depois com um top ou camisola e saltos altos para um jantar. O mesmo para os miúdos, conte os dias e escolha as peças: 5 dias, 5 tshirts.

5. Minimizar é a palavra de ordem. Shampoo. Creme. Escova. Pasta dos dentes. Perfume. Troque o livro em papel por versões mais pequenas de bolso ou ebooks. Quanto mais pequeno melhor.

6. Acessórios. Depois de separar a roupa, pense nos sapatos, nos cintos, nas malas, etc. Escolha tendo em conta que o mesmo sapato ou mala deve dar para usar com várias peças.

7. Mala rígida ou mala mole? Depende. Se viajar de avião, prefira as rijas pois mantêm a roupa e objetos organizados e no lugar. Para viajar com a família de carro, prefira as moles – tipo saco –  pois são mais fáceis de arrumar.

8. Por último, e não menos importante, deixe espaço na mala para as compras ou leve um saco/mala para depois poder usar. Não é por falta de espaço que vamos deixar de fazer uma comprinha ou outra, certo?

Boas férias! Boas viagens!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply