A nossa nova sala

Fui de férias. Li um livro. E voltei inspirada para mudar a casa. Apresento-vos hoje a nossa nova sala. Para vos enquadrar vou explicar o que esta sala era antes da mudança. Era a nossa Family Room. Objetivo: o local para reunir a família à mesa e ver tv/filmes juntos. Tinha a mesa de refeições diária (na cozinha a península só senta 4), o sofá grande, a tv e o meu T3 (uma escrivaninha/escritório que ficou com este nome depois de ter sido comprada para o nosso antigo apartamento, que era um T2; como não tínhamos um quarto extra para fazer escritório, ganhou este nome).

Esta Family Room era utilizada todos os dias. Mas ao mesmo tempo, e como tenho trabalhado mais tempo a partir de casa, estava a tornar-se um espaço “apertado”. Principalmente porque temos uma segunda sala (que chamarei o salão), num piso mais abaixo, onde tínhamos outra sala de estar, o escritório do meu marido, uma biblioteca e outro espaço de refeições. Esta sala, só era utilizada quando tínhamos visitas ou festas ou para o meu marido trabalhar.

Tendo em conta isto tudo, vim de férias decidida a dar mais uso ao salão, utilizando da melhor forma o espaço que temos em casa. Somos 6, pelo que quanto mais espaço tivermos melhor. No meio disto tudo, para além das mudanças, a ideia seria fazer uma reorganização aos móveis cá de casa. Lembram-se do artigo sobre o Livro da Vicky Silverthorn? Pus em prática grande parte das coisas que li. Escolhi os móveis que quero cá em casa, re-organizei os que já tinha, colocando-os de forma diferente. Não foi preciso comprar móveis novos, só um tapete e uns candeeiros.

Mais do que partilhar um projeto de decoração, o que eu quero mostrar-vos com isto é que de vez enquanto é preciso que estas mudanças aconteçam. É pararmos para olhar para a nossa casa, o nosso lar e tentar encontrar formas de o tornar funcional (e ao mesmo tempo bonito). O objetivo final será sempre tornar a nossa casa num lugar feliz, um espaço nosso, onde tenhamos prazer de regressar todos os dias depois do trabalho ou de um dia de escola.

Resultado:

A sala ganhou luz e dimensão com a mudança dos móveis. Ainda não troquei a cor da sala, mas é provável que ainda este ano pintemos as paredes de um cor mais clara. Estou ainda a pensar no assunto. Ao arrumar os livros nas estantes, fizemos um escolha, separando livros que já não queremos. Vamos doá-los a uma loja de Charity em Carcavelos. (Este é um dos pontos do Livro da Vicky, fazer escolhas sobre objetos que temos em casa e tomar decisões sobre eles).

Mantivemos a mesa de refeição, porque dá muito jeito para o dia-a-dia.  No entanto, como tiramos o sofá grande, ficámos com mais espaço para a mesa, e ainda foi possível manter o aparador. Este móvel é utilizado para guardar os objetos de decoração da casa e velas.

A nossa sala de refeições familiar.

O meu “escritório” saiu do cantinho da sala, onde agora está uma das estantes. Ficou num sítio mais central. Gosto muito deste móvel por vários motivos, mas o principal é o poder de esconder as coisas que estão lá dentro, que nem sempre estão impecavelmente arrumadas. A qualquer momento fecho a mesa e está tudo guardadinho.  (Ter móveis que adoramos é o 1º passo para sentirmos que um espaço nos faz feliz. Nada pior do que olhar para um móvel que detestamos todos os dias.)

A minha escrivaninha. Sempre adorei este móvel e continuo muito apaixonada por ele 🙂

Ao substituir o sofá vermelho de 6 lugares, por um de 2, ficámos com muito espaço e luz na sala. Agora, sem televisão, este espaço é um lugar de paz e tranquilidade. Perfeito para trabalhar ou ler um livro, e no inverno, descansar ao pé da lareira. (Vamos ver a tranquilidade com tanta criança cá em casa!)

O sofá de dois lugares passou a ser o centro da sala.

Um dos pormenores do espaço são as plantas. Estou a voltar aos poucos a investir em plantas cá para casa. Já tive no passado e não me dei muito bem. As únicas que consigo aguentar durante muito tempo são as orquídeas. Vamos ver como corre desta vez 🙂

Gostaram? Ainda falta mostrar-vos como ficou a nossa outra sala. Brevemente partilho tudo.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply