Bullet Journal

Organize-se com um Bullet Journal

organização

Os meses de janeiro e setembro são para mim (e provavelmente também para si) meses de começos, de novos ciclos, de colocar o contador a 0. Andei o verão todo a pensar como me ia organizar a partir de setembro, pois queria algo novo, diferente do que tenho usado, pois estava a sentir que os métodos que estava a utilizar não me estavam a ajudar a atingir os meus objetivos.

Tenho agendas, blocos de notas, apps, listas aqui e ali e o certo é que estava a sentir falta de ter um único sítio onde pudesse planear e organizar a nossa logística familiar, gerir a nossa casa, o blog, os meus projetos, assim como agrupar itens pessoais, tomar notas e apontamentos, ideias, objetivos, etc.

Foi quando comecei a ver no Instagram páginas dedicadas a Bullet Journals (aliás, lindas de morrer) que me lembrei que poderia ser uma opção.

O que é um Bullet Journal?

Na página oficial (www.bulletjournal.com) refere que “embora exija um diário, o Bullet Journal® é uma metodologia. É melhor descrito como uma prática de mindfulness disfarçada de sistema de produtividade. O objetivo do Bullet Journal é ajudar os seus profissionais (Bullet Journalists) a viverem vidas intencionais, produtivas e significativas”. A grande vantagem que eu vejo do Bullet Journal é que é um sistema customizavel de organização, adaptando-se às necessidades de cada um. O Bullet Journal pode ser uma lista de tarefas, um caderno de desenhos, um diário, mas o mais provável é ser todos ao mesmo tempo.

Quando comecei a pesquisar mais e mais sobre o assunto descobri que existe uma metodologia muito própria baseada em 4 conceitos chave: registo rápido, coleções, migração e indexação. Não vou entrar em pormenor nisto, Mas se quiserem saber mais sugiro que visitem o site www.bulletjournal.com onde ficam a conhecer tudo o que está por detrás da filosofia Bujo (diminuitivo para Bullet Journal) criada por Ryder Carroll.

Como vou organizar-me com o meu Bullet Journal?

Ainda estou no processo de construção das página do meu Bujo, mas já vos posso mostrar as grandes áreas que fui criando para me organizar e como também pode usar este método para organizar a sua vida e o seu dia-a-dia. O início do Bullet Journal deve conter um Index onde vai organizar o conteúdo do blog, assim como o índice de um livro. O ideal é comprar um caderno com as páginas numeradas, caso contrário, terá de numerar as páginas à mão (isso, se quiser que o índice tenha os números das páginas, se não, pode fazer só um lista) . Também deve começar pelo Future Log – onde irá colocar uma coleção de itens que têm de ser marcadas na agenda com alguma antecedência.

Bora lá espreitar o meu Bujo.

O mês
Comecei por desenhar o mês inteiro para colocar os eventos, aniversários, viagens, etc e ter a visibilidade por inteiro do mês. Só vou colocar coisas de trabalho como viagens e eventos que sejam fora do horário de trabalho e que têm impacto na vida pessoal. Caso contrário, fica tudo no meu diário digital.

Visão semanal
Nas semanas entro em mais pormenor. Transfiro o mais importante do calendário mensal e coloco as atividades, compromissos e tarefas que tenho nessa semana no dia e hora. É ótimo para gerir o tempo e ter uma noção de como alocar as diferentes tarefas ao tempo disponível. Do lado direito escrevo todas as tarefas que tenho de concluir essa semana. À medida que vão ficando concluídas pinto a bolinha. Caso não seja possível realizar a tarefa nessa semana, passo para a seguinte ou para a semana em que vou conseguir realizá-la.


Trackers
Vou utilizar os chamados trackers para seguir a minha saúde e bem-estar. Para o mês de setembro escolhi 9 pontos, desde beber água, ir ao ginásio ou tomar as minhas vitaminas! Encaro este ponto como um incentivo e também um compromisso comigo mesma para cumprir certos pontos que quero melhorar na minha vida. Cada mês posso escolher pontos diferentes de acordo com os meus objetivos pessoais.

Organizar a casa
O meu Bullet Journal vai ser uma mega aliado na hora de organizar a nossa casa e as rotinas familiares. Vou utilizar para gerir todos os projetos que quero concluir ou começar em casa, listas de tarefas de projetos de organização, acompanhamento de custos mensais, planeamento de refeições, rotinas de limpeza da casa e também tudo o que tenha a ver com a escola dos miúdos (reuniões, datas importantes, etc). Começo por construir um chamado future log onde registo os itens que têm de ser agendados com alguns antecedência. Estes itens podem depois gerar tarefas que coloco no meu calendário mensal ou semanal.

O meu Blog
Otro aspeto importante é a gestão de tudo o que tem a ver com o Blog. Nesta secção, comecei por escrever os objetivos, categorias e público-alvo, para me focar no objetivo do meu projeto e não me desviar do seu propósito. Aqui acompanho as estatísticas, tenho o plano de conteúdo geral e depois para cada mês defino o foco, objetivos, lista de tarefas e o planeamento de conteúdos para esse mês com os detalhes necessários. Uso esta parte também para controlar custos e tomar notas de ideias.

Objetivos e metas pessoais
No início do meu Bullet escolhi colocar uma wishlist e os meus objetivos até ao final do ano a nível da casa, pessoal, do blog e da minha saúde. Algo simples, mas que vai orientar as minhas ações e tarefas nos próximos meses. Vou escrever 1 ou 2 objetivos por área, e têm de ser objetivos quantificáveis e possíveis de realizar. Exemplo: ler 2 livros até ao final do ano.

Também estou a pensar criar uma secção de Viagens , onde quero usar para planear as viagens e passeios em família, apontar ideias de sítios para visitar, gerir custos, etc.

Para terminar
Vou continuar a partilhar o meu Bullet Journal à medida que fôr preenchendo as páginas e criando novas secções. Nestas primeiras tentativas aproveitei para experimentar muito com padrões, letras e temas diferentes – há muita coisa com que se pode inspirar na internet. Acompanhe tudo no meu instagram. Se estava à procura de inspiração para começar o seu Bujo, espero tê-lo inspirado o suficiente para o fazer. Gostaria de dizer que o Bujo é algo pessoal, e único e não necessita de ser perfeito. Necessita sim, de ser útil e de cumprir o propósito para o qual foi criado. No meu caso é ajudar-me na organização do meu dia-a-dia.

Os meus materiais Bujo
Caderno Leuchtturm 1917 Dot Grid (O Original Bullet Journal – comprei na FNAC)
Marcadores Stabilo Swing Cool
Canetas Maped Graph´Peps extra fine 0.4
Caneta Bic
Uniball Eye Micro Preta

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply