14 Dicas e regras para visitar um recém-nascido

organização baby

A chegada de um bebé é sempre um momento de alegria para uma família. Um novo ser que traz com ele a esperança de uma longa e nova vida. Por isso, é natural, que a família e os amigos mais próximos procurem rapidamente uma oportunidade para conhecer o novo bebé, pegar-lhe ao colo e dar-lhe todos os miminhos deste mundo.

Se em tempos normais, já havia uma série de regras que deviam ser cumpridas quando algum familiar ou amigo fizesse uma visita a um recém-nascido, com o COVID-19 as incertezas e medos dos novos pais intensificaram-se à medida que surgem dúvidas e questões sobre a melhor prática a ter nestes casos.

Como gerir as visitas em tempo de COVID-19?

Atualmente, não é aconselhado que o bebé receba visitas em casa até tomar às vacinas dos 2 meses de idade. Nesse sentido, até essa altura, o contacto com o bebé deve limitar-se à família que vive com ele na mesma casa. 

Uma vez passado este tempo e com as vacinas dos 2 meses administradas, pode começar a receber as primeiras visitas, desde que sejam tomadas os devidos cuidados e, claro, tendo em conta a situação epidemiologia desse momento.

Caso esteja a pensar fazer alguma visita a um recém nascido ou tem um recém nascido em casa e tem dúvidas sobre como proceder, deixo aqui algumas regras e dicas para que possa planear e organizar esse momento. Fale também com o seu pediatra sobre os seus receios para aconselhar-se e preparar este momento da melhor forma.

14 regras para organizar as visitas a um recém-nascido

Algumas dicas para pais e convidados na hora de planear e organizar as visitas a recém-nascidos:

  1. Combine dia e hora para a visita – Nunca apareça de surpresa. O bebé e os pais têm as suas rotinas e estas devem ser respeitadas. Ligue com antecedência para combinar o melhor dia e hora para fazer a visita e respeite o horário estabelecido. Não se atrase, e caso por algum motivo se atrasar, ligue a avisar.
    • Para os pais:
      • Aproveite a chamada para falar sobre as regras de visita ao recém-nascido de forma a que o seu convidado venha preparado.
  2. Obrigatório higienizar as mãos e usar máscara – Agora mais do que nunca este ponto é de extrema importância. Lave ou desinfecte as mãos à chegada (e saída) de casa e use máscara durante toda a sua visita. Mesmo que não vá tocar ou pegar no bebé ao colo.
    • Para os pais:
      • Garanta que tem à entrada de casa um dispensador de álcool gel e máscaras extras, caso o seu convidado se tenha esquecido de trazer.
      • Se também quiser evitar contaminação através dos sapatos, tenha protetores de sapatos disponíveis, um produto para desinfetar as solas ou se pretender que se descalcem à entrada, reserve um espaço para os sapatos (uma sapateira por exemplo) e tenha alguns chinelos ou pantufas disponíveis.
  3. Ofereça ajuda – Durante a visita ofereça-se para ajudar ou fazer alguma coisa. Numa casa com um recém-nascido, e se houver mais crianças, há sempre algo para fazer. Pergunte antes da visita se precisam de alguma coisa da rua, ainda para mais agora, que as saídas estão reduzidas ao mínimo dispensável. O mais provável é que digam que não é preciso trazer nada. Leve um bolo ou uma refeição já feita. Dá sempre jeito!
    • Para os pais: Não tenha vergonha de pedir ajuda. O seu convidado vai sentir-se útil e você vai agradecer.
  4. Não beije o bebé – Vai ter de resistir àquele impulso de beijar as mãozinhas e bochechas do bebé. Já era algo que se evitava antes da pandemia, agora ainda mais. Opte por fazer festinhas noutras partes do corpo, como os pés e a barriguinha.
  5. Respeite a hora da alimentação e do sono – Tanto a hora de dar de mamar como a hora de dormir devem ser respeitadas. Se o bebé está a ser amamentado, a mãe pode preferir fazê-lo num local mais reservado. Respeite essa decisão. Por nenhum motivo deverá forçar a sua presença, a menos que a mãe lhe diga para a acompanhar. Se o bebé estiver a dormir ou é hora de o ir deitar, deverá também respeitar esse momento. Num ou noutro caso, e se a visita já dura a algum tempo, pode aproveitar o momento para se despedir e deixar os pais mais à vontade e disponíveis para atender ao bebé.
  6. Faça uma visita rápida – Ter um bebé recém-nascido em casa é provavelmente sinónimo de noites mal dormidas. Lembre-se que os pais estão cansados e que têm coisas para fazer. Evite prolongar a sua visita mais do que o habitual, em especial se já for tarde.
    • Para os pais – para evitar visitas muito longas, evite oferecer comida aos seus convidados, a menos que queira que a visita se prolongue.
  7. Não tire fotos sem autorização – A vontade será muita, mas terá de se conter. Não tire fotos sem primeiro pedir autorização aos pais e não use flash.
  8. Peça autorização para pegar no bebé – Nesta altura o melhor é mesmo evitar pegar no bebé ao colo. No entanto, se o desejar fazer, peça primeiro autorização ou espere que os pais ofereçam pegar nele ao colo. Está fora de questão tocar no bebé se ele estiver a dormir e não o tire do berço sem perguntar primeiro. Não pegue no bebé sem usar máscara.
  9. Imponha um limite às visitas diárias – As visitas, por mais planeadas que sejam, acabam sempre por interromper a rotina familiar e do bebé. Evite marcar muitas visitas para o mesmo dia de forma a evitar mudanças nas rotinas que já tem estabelecidas. Não mais de 1 ou 2 no mesmo dia é o ideal e em grupos reduzidos.
  10. Use e abuse das ferramentas digitais para comunicar com a família – nunca antes as ferramentas digitais deram tanto jeito como nos dias de hoje. Pode comunicar e estar em contacto com familiares e amigos sem sair de casa, e partilhar fotos e momentos do seu bebé, sem que para isso tenha de estar fisicamente com pessoas. A minha sugestão é que use e abuse destas ferramentas para partilhar o dia-a-dia do seu bebé. Crie um grupo no whatsapp para enviar fotos e informações e partilhas. Mesmo não sendo a mesma coisa, pode marcar convívios virtuais pelo zoom ou facetime e mostrar ao mundo o seu bebé.
  11. Evite fazer comentários, dar conselhos e palpites – Os primeiros tempos em casa com um recém-nascido, em especial se são pais de primeira viagem, são de aprendizagem. Tudo é novidade. E por mais livros que tenha lido durante a gravidez, nada nos prepara para a realidade de ter um bebé nos braços. É normal que os pais estejam ainda inseguros em relação a como tratar do bebé, mas é tudo uma questão de prática. Mesmo que já tenha passado pela experiência de ser pais ou mãe, abstenha-se de dar opiniões, a menos que lhe seja perguntada alguma questão em concreto. Não é a altura para fazer comentários sobre o bebé ou sobre a forma como os novos pais estão a fazer isto ou aquilo.
  12. Não faça a visita se estiver doente – Se em circunstâncias normais esta regra já se aplicava, em tempos de pandemia é lei. Mesmo que use máscara, se estiver com uma constipaçãozinha, está completamente fora de questão fazer visitas a recém-nascidos.
  13. Não fume e evite usar perfume – Cheiros fortes podem incomodar o bebé. Por isso, evite perfumar-se em demasia e fumar durante a visita.
  14. Não tenha receio de recusar visitas – A vontade de ver e conhecer o bebé pode ser tanta, que é normal que familiares e amigos possam pressionar um pouco para que a visita aconteça. Não tenha receio de dizer NÃO. Aceite visitas quando estiver preparada para receber em casa, quando se sentir à vontade e confortável para o fazer. Não há nenhuma obrigação e ainda para mais, nesta altura de pandemia, tenho a certeza que muitos irão perceber a sua decisão.

Não tenha medo de receber visitas em casa. Estas dicas e regras, uma boa higienização e, claro, uma boa dose de bom senso, são suficientes para que possa receber familiares e amigos em casa sem colocar a saúde do seu bebé e da sua família em risco. Se os medos persistirem, fale com o seu pediatra e aconselhe-se.



You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply